"Página da Sandra"
Blog com mensagens, culinária, fé, ecologia, variedades…

A Bíblia

1.      O que é a Bíblia:

A palavra Bíblia veio do termo  grego Biblos – que significa “rolo” ou “livro”. Na atualidade, a Bíblia é o conjunto de livros cujo texto é sagrado para os cristãos, pois nela está revelada a Palavra de Deus para os homens. A Bíblia é uma biblioteca composta por 66 livros, que foram escritos originariamente  em hebraico, aramaico e grego, por um período aproximado de 1500 a 2000 anos. Os autores dos livros da Bíblia são aproximadamente 40 pessoas, originárias dos mais remotos e distintos lugares, profissões, culturas e classes sociais, tais como pastores, reis, profetas, juízes, pescadores, médico, entre outros.

Os livros da Bíblia são divididos em Antigo e Novo Testamento. O Antigo Testamento (AT) é composto por 39 livros, que narram desde a criação do mundo, as leis de Deus para os homens e a caminhada do povo de Israel, até as profecias sobre a vinda do Messias, entre outros assuntos. Já no Novo Testamento (NT),  formado por 27 livros, é escrita a biografia de Jesus Cristo (evangelhos), a história da Igreja Primitiva (Atos), as epístolas (cartas) dirigidas às igrejas, e o Livro do Apocalipse, que significa “Revelação”, onde constam as profecias sobre os últimos dias.  A divisão em capítulos e versículos, como é conhecida hoje, foi acrescentada muito mais tarde, visando facilitar a leitura.

Embora composta de 66 livros, a Bíblia forma um só Livro, em perfeita unidade em relação ao seu conteúdo, pois todos os livros se completam e  servem a um único propósito. Do primeiro livro (Genesis) ao último (Apocalipse), o tema desenvolvido com perfeita consistência e  sincronia é a criação do Universo por Deus, o pecado do homem e o maravilhoso plano de Deus para a redenção da humanidade através de seu Filho Jesus Cristo. A revelação  de Jesus  como Salvador dos homens é o tema central de toda a Bíblia.

A Bíblia é o livro mais lido no mundo, sendo traduzido para aproximadamente 2.500 línguas e dialetos e embora seja muito antigo,  a sua mensagem continua atual, verdadeira e reveladora.

  2.      A Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus:

Embora escrita por mãos humanas, a Bíblia foi inspirada por Deus. É Deus quem toma a iniciativa de trazer ao conhecimento dos seres humanos os seus planos, desígnios e propósitos. Inspiração significa “sopro divino”, ou seja, o próprio Deus, através do Espírito Santo, revelou aos homens aquilo que devia ser escrito na Bíblia.  E isto é afirmado nas próprias Escrituras:

“Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.” (II Timóteo 3:16 NTLH)

“Também agradecemos a Deus sem cessar o fato de que, ao receberem de nossa parte a palavra de Deus, vocês a aceitaram, não como palavra de homens, mas conforme ela verdadeiramente é, como palavra de Deus, que atua com eficácia em vocês, os que crêem.” (I Tessalonissenses 2:13 NVI)

 “Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo.” (2Pedro 1:21 ARA)

“Na verdade, há um espírito no homem, e a inspiração do Todo-poderoso os faz sábios.” (Jó 32:8 ARC)

O próprio Jesus Cristo falou sobre as escrituras, citando a Lei e os Profetas (Antigo Testamento), confirmando a inspiração divina e reafirmando a exatidão da Palavra, quando disse que tudo que está escrito se cumprirá:

“Não pensem que eu vim para acabar com a Lei de Moisés ou com os ensinamentos dos Profetas. Não vim para acabar com eles, mas para dar o seu sentido completo. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: enquanto o céu e a terra durarem, nada será tirado da Lei — nem a menor letra, nem qualquer acento. E assim será até o fim de todas as coisas.” (Mateus 5:17-18 NTLH)

Uma das mais maravilhosas evidências da inspiração divina da Bíblia e de sua veracidade são as profecias cumpridas. São centenas de profecias bíblicas que se cumpriram, até nos menores detalhes.  Com relação ao Messias, foram mais de 100, tais como:

– O Messias nascerá como criança: escrito aproximadamente 700 anos antes de Cristo.

“Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Podero­so, Pai Eterno, Príncipe da Paz.” (Isaías 9:6 NVI)

– O Messias nascerá de uma virgem e será chamado de Emanuel, que quer dizer Deus Conosco: escrito aproximadamente 700 anos antes de Cristo.

“Por isso o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel.” (Isaías 7:14 NVI)

– Os pés e as mãos do Messias serão traspassados: descrito nos Salmos, entre 1410 a 430 anos antes de Cristo.

“Cães me rodearam! Um bando de homens maus me cercou! Perfuraram minhas mãos e meus pés”. (Salmos 22:16 NVI)

– O Messias será morto: escrito aproximadamente 700 anos antes de Cristo.

“Com julgamento opressivo ele foi levado. E quem pode falar dos seus descendentes? Pois ele foi eliminado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo ele foi golpeado.” (Isaías 53:8 NVI)

– o Messias chegará sobre um jumento: escrito aproximadamente 500 anos antes de Cristo.

“Alegre-se muito, cidade de Sião! Exulte, Jerusalém! Eis que o seu rei vem a você, justo e vitorioso, humilde e montado num jumento, um jumentinho, cria de jumenta.” (Zacarias 9:9 NVI)

Outra grande evidência da veracidade e inspiração da Bíblia, é que o próprio Jesus Cristo citava as Escrituras Sagradas em suas pregações. E foi através da citação das escrituras que Jesus respondeu a Satanás quando foi tentado no deserto. Confira:

“ Então o Espírito Santo levou Jesus ao deserto para ser tentado pelo Diabo.  E, depois de passar quarenta dias e quarenta noites sem comer, Jesus estava com fome.  Então o Diabo chegou perto dele e disse:

— Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras virem pão. 

Jesus respondeu:

— As Escrituras Sagradas afirmam: “O ser humano não vive só de pão, mas vive de tudo o que Deus diz.”

Em seguida o Diabo levou Jesus até Jerusalém, a Cidade Santa, e o colocou no lugar mais alto do Templo. Então disse:

— Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui, pois as Escrituras Sagradas afirmam: “Deus mandará que os seus anjos cuidem de você. Eles vão segurá-lo com as suas mãos, para que nem mesmo os seus pés sejam feridos nas pedras.”

 Jesus respondeu:

— Mas as Escrituras Sagradas também dizem: “Não ponha à prova o Senhor, seu Deus.”

 Depois o Diabo levou Jesus para um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e as suas grandezas e disse:

— Eu lhe darei tudo isso se você se ajoelhar e me adorar.

Jesus respondeu:

— Vá embora, Satanás! As Escrituras Sagradas afirmam: “Adore o Senhor, seu Deus, e sirva somente a ele.”

 Então o Diabo foi embora, e vieram anjos e cuidaram de Jesus.” (Mateus 4:1-11 NTLH)

 A Bíblia  é uma poderosa arma espiritual, uma espada com a qual lutamos contra o mal,  escudo com o qual nos defendemos do inimigo.

O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam. (Salmo 18:30 ACF)

Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. (Provérbios 30:5 ACF)

Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.   Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;  E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;  Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.  Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; (Efésios 6: 13-17 ACF)

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4:12 ACF)

Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno. (1João 2.14ACF)

Outra importante evidência da veracidade bíblica são os achados arqueológicos. A Arqueologia é a ciência que estuda as coisas antigas, sendo que a Arqueologia Bíblica é especializada nos estudos de materiais antigos relacionados com os relatos bíblicos, através de técnicas como escavações e datações radiométricas. Através desta ciência foram comprovados muitos dos fatos históricos citados na Bíblia, como o Túnel de Ezequias, as Muralhas de Jericó, etc.

 Um exemplo interessante é a “Estela de Merenptah”, encontrada nas ruínas do templo funerário do Faraó Merenptah em Tebas, e que contém a mais antiga referência por egípcios sobre a presença dos israelitas na terra de Canaã.

 As cavernas de Qumrán, descobertas em 1947 por beduínos, compreendem um dos achados mais importantes de todos os tempos para a arqueologia bíblica, devido ao grande número de objetos, como papiros, manuscritos do Novo Testamento, e muitos outros elementos.

Assim, a Arqueologia tem sido grande aliada dos estudiosos da Bíblia, ajudando a confirmar o conteúdo das Escrituras e a exatidão de muitas passagens bíblicas, como a história dos reis e toda a narrativa dos patriarcas.

 Portanto, não há como duvidar que a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus, onde seus planos são revelados para o homem.

 3.      A Bíblia é completa:

A Bíblia é uma obra completa, pois através dela todas as verdades são reveladas. É  um engano achar que as Escrituras Sagradas são incompletas ou desatualizadas, ou que é necessário complementos ou atualizações. A Bíblia afirma que não há outro evangelho. Considere:

“Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado!” (Gálatas 1:8-9 NVI)

Perceba que o apóstolo Paulo, ao escrever para a igreja da Galácia, afirma que, mesmo que um anjo do céu apareça e pregue um outro evangelho, este deve ser amaldiçoado. Pois só existe um evangelho, não há outro.  Também na carta aos Coríntios ele reafirma:

“O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo. Pois, se alguém lhes vem pregando um Jesus que não é aquele que pregamos, ou se vocês acolhem um espírito diferente do que acolheram ou um evangelho diferente do que aceitaram, vocês o toleram com facilidade.” ( 2 Corintios 11:3-4 NVI)

Assim, Paulo alerta à igreja de Corinto que não se engane com as astúcias de Satanás e não se corrompa acreditando em mentiras, pois somente na Palavra de Deus está a verdade.

Na Bíblia encontramos as respostas para todas as situações da nossa vida. Através da Bíblia mantemos um relacionamento pessoal com Deus, pois o Espírito Santo age em nossas vidas por meio da Palavra. Desta forma, a Bíblia ensina, instrui, orienta, guia, consola, corrige, alimenta.

A Bíblia é inspirada por Deus, é alimento espiritual, é uma arma poderosa na batalha espiritual, é fonte de ajuda e orientação, é palavra de esperança, consolo e salvação. Nela está revelada “toda” a verdade.  É uma obra completa,  que nunca falha e que permanece sempre atual.

“A relva murcha, e as flores caem, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre”. (Isaías 40:8 NVI)

“Assim como a chuva e a neve descem dos céus e não voltam para eles sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, para ela produzir semente para o semeador e pão para o que come, assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: ela não voltará para mim vazia,mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.” (Isaías 55:10-11 NVI)

“Como dizem as Escrituras Sagradas: “Todos os seres humanos são como a erva do campo, e a grandeza deles é como a flor da erva. A erva seca, e a flor cai, mas a palavra do Senhor dura para sempre.” Esta é a palavra que o evangelho trouxe para vocês.” (!Pedro 1:24-25 NTLH)

E para concluirmos, citamos as palavras do próprio Jesus:

 “O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre.” (Mateus 24:35 NTLH)

 PENSE NISSO, E CREIA NA BÍBLIA!

2 respostas para A Bíblia

Comente este artigo

Bem Vindo!
É com imensa alegria que recebo sua visita em meu blog.
Fique à vontade, navegue pelos artigos e páginas e deixe seus comentários.
Meu perfil:

Sandra R. Wichert Cisco
Ponta Grossa - PR
E-mail para contato: contato@hpbysandra.com.br

Página pessoal criada em 2004, repaginada em 2015.

Banner
banner_3
Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Estatísticas
Visitas hoje: 144
Visitantes online: 0
Seu IP:54.162.15.31
Em 2015:
84.096 visitas

Em 2016:
92.432 visitas
Artigos por categoria
Pesquisa Bíblica
Versículo Diário
E Pilatos lhe perguntou: Tu és o Rei dos Judeus? E ele, respondendo, disse-lhe: Tu o dizes. (Marcos:15:2)
Calendário
setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30